Bem-vindos à SEI Portugal

Marcha Azul pelo Clima – 29 jun

A Conferência do Oceano das Nações Unidas #UNOC2022 em Lisboa vai ser um momento único, na história deste ano, em que todas as organizações preocupadas com a sustentabilidade e conservação da vida marinha se unem a uma só voz.

Junta-se a nós! Dia 29 jun, às 18h – Gare do Oriente até ao Altice Arena.

Na próxima quarta-feira dia 29, às 6:00h da tarde, a SEI Portugal estará na <Marcha Azul Pelo Clima> da Gare do Oriente até ao Altice Arena. Vamos estar com cartazes #savethesharks #savetheocean. Faz também o teu, numa caixa de cartão usada e junta-te a nós!

Junta-se a nós pela defesa e proteção dos tubarões que ainda subsistem no oceano! Envia-nos uma mensagem para:

O Oceano

O oceano é a grande fonte de vida no nosso planeta. Contrariamente aquilo que o seu nome indica, o planeta Terra é coberto por mar em mais de 70% da sua superfície. A sua vasta diversidade de habitats alberga complexas redes tróficas que desde o seu início se têm vindo a desenvolver de forma evolutiva e sustentável. Cada parte do grande puzzle oceânico é mantida em equilíbrio pelos seus principais predadores e reguladores de topo.

Das formas de vida mais elementares às mais complexas, o equilíbrio de cada ecossistema é sempre determinado pela existência de uma espécie de predador de topo da cadeia alimentar. A ação do homem nas últimas décadas tem vindo a deteriorar a quantidade e diversidade da vida no mar.

A poluição por plásticos, metais pesados, produtos químicos agrícolas, a construção humana, os transportes navais, o excesso de aquacultura contaminante, a sobrepesca são apenas as principais ameaças à sustentabilidade do meio ambiente marinho e costeiro.

Quando organizamos uma ação de despoluição, limpeza costeira ou subaquática, sabemos que só por isso não vamos salvar o mundo. Mas, como para cada praia cada grão grão de areia conta, cada ação de limpeza é mais uma ação para ganhar consciência, para partilhar experiências coletivamente e para mudar atitudes no nosso dia-a-dia e no dos outros.

O que é a sobrepesca?

Na enorme diversidade de ambientes oceânicos que hoje conhecemos, encontramos as mais complexas e frágeis redes tróficas que têm evoluído de forma sustentável.

Quando a espécie humana retira destes ambientes os seus predadores de topo, os ecossistemas marinhos entram em desequilíbrios que podem terminar na extinção de muitas espécies. 

Sem números comprovados, devido à pesca ilegal, não regulada e não declarada, a FAO (Organização das Nações Unidas para a alimentação mundial) calcula que cada ano entre 63 e 273 milhões de tubarões são mortos principalmente pelas suas barbatanas.

Junte-se a nós! Faça parte desta causa